Últimos posts

PUBLICIDADE

Pesquisa

Olá, estrelas! Hoje é dia de comportamento. Post sugerido pela querida Luma Rosa do Luz de Luma, yes party! 


Como vocês devem saber, Shilol Jolie-Pitt quer ser menino. A filha biológica dos atores Brad Pitt e Angelina Jolie gosta de ser chamada de John desde os dois anos e meio de idade. E se fosse sua filha, o que você faria?


Shilol gosta de se vestir como um rapaz e adota um comportamento masculino, o que é respeitado pelos seus pais.Existe um termo para isso chamado Crossdressing. 


Os crossdressers não estão relacionados a orientação sexual. Podem ser heterossexuais, homossexuais, bissexuais e assexuais. Também não tem nada haver com transsexuais. Isso não significa necessariamente que Shilol quando ficar mais velha, vai assumir a homossexualidade.

Existem casos de crossdressers para fins profissionais, como as  Drags Queens, por exemplo.

Na ficção, vimos um caso assim. Na novela Chocolate com Pimenta(2003), a personagem Jezebel (Elizabeth Savalla) obrigava seu filho Bernardo, a se vestir e se comportar como mulher Bernadete (Kayky Britto), para pagar uma promessa à Santa Bernardete.

Ainda não sou mãe, mas se tivesse uma filha como Shilol, no começo eu ia ficar chocada e depois ia respeitar a decisão dela. Os filhos não pedem para nascer e o mínimo que eles esperam dos pais é o seu amor incondicional, independente da sua orientação sexual.

Conhecemos tantas pessoas que são reprimidas sexualmente, outras que saem do armário após anos e não querem mudar o sexo. Assim como aquelas que não se sentem confortáveis no próprio corpo e fazem modificações - Thammy Miranda - é um exemplo disso.

Quem somos nós para julgar tal atitude? Você está no corpo da pessoa para saber o que ela sente? Por isso, não julgue, não condene. Como diz Caetano Veloso na música Dom de Iludir: Cada um sabe a dor e a delícia,De ser o que é"

Desejo que Shilol encontre seu caminho seja qual for a sua orientação sexual e seja muito feliz.

E você mãe, o que faria?

Curtiu o blog? Siga-me nas redes sociais: 

Comentários
Compartilhe

Comente pelo Facebook!

21 Comentários

  1. Como vc mesma disse o mínimo que se espera dos pais é amor,,,No início tal vez eu ficasse intrigada masss acho besteira querer repreender nossos filhos por esse tipo de coisa,
    A menina é cara da Angelina :p

    http://redandvintage.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Também acho que no incio iria ficar chocada mas com o tempo eu tentaria entender e apoiaria a decisão e o estilo dele. Afinal, cada um tem sua individualidade.
    Bjs

    http://achadosdamila.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. É mesmo uma situação super delicada

    ResponderExcluir
  4. Oii Lu tudo bem??
    Eu ia amar de qualquer jeito agora a única coisa que não concordo é uma criança desse tamanho exigir tudo que quer e o pais aceitar. Imagina quando tiver maior?
    Sobre a opção sexual cada um escolhe o que quer. Não podemos julgar. O amor é o mesmo.

    Beijos;)
    * Blog da Pâm

    ResponderExcluir
  5. eu tenho essa dúvida, se qdo ela crescer ela vai gostar de menino ou menina... agora vamos combinar, independente de como ela se veste, é linda demais né???

    bom fds!
    bjo bjo
    Tips4You

    ResponderExcluir
  6. Eu não sabia disso, no mundo em que vivemos esse comportamento com certeza gera muitas discussões,
    eu não vou te dizer o que faria, porque não sou mãe, tem certas coisas que só dá pra saber a nossa reação quando acontece, acho estranho e não sei se saberia lidar com isso.

    http://www.morenaemoderna.com/

    ResponderExcluir
  7. Oi Lulu,
    Se eu tivesse uma filha como Shilol, iria pedir ajuda para uma psicóloga, para saber como agir, pois não tenho ideia em como me comportar diante de uma situação como esta.
    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Eu não sou mãe mas imagino que seja uma situação bem difícil para os dois
    mas creio tbm que se há amor com o tempo tudo se resolve
    beijão
    www.carolinafaria.com.br
    facebook.com/blogcarolinafaria

    ResponderExcluir
  9. Oi Lulu,
    esse assunto está bem comentado!
    Acredito que por ela ter crescido com irmãos homens, acabou deixando seu psicológico se levar por isso...
    Eu ainda não sou mãe,e então é difícil dizer...
    Mas pais sempre amam seus filhos independente de tudo!

    Super beijo
    www.allyarruda.com.br

    ResponderExcluir
  10. Se fosse minha filha, eu aceitaria o máximo possível, porque ainda temos uma sociedade preconceituosa e ela iria sofrer muito com isso, então eu no papel de mãe teria que dar todo esse suporte para tentar deixa-la confortável com isso. Pela Shilol ser famosa não deve ter tanta ''repercussão'' assim, mas imagina uma criança em uma condição normal,com um classe media C , seria bem mais difícil para ela passar por isso ... Mas como já disse, todo apoio do mundo <3

    beijos

    http://esquematizadaaos15.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oi Lulu!
    Uma situação divergente...mas acredito que no momento em que os pais conseguem compreender a situação, podem apoiar os filhos. A questão toda é compreender a situação em que a criança está, e se encontrar dentro dela também.

    Enfim, é uma pena porque ela tem tudo pra exibir a beleza feminina. Fazer o que!

    :**

    ResponderExcluir
  12. Querida Lulu,

    Eu sou contra ser "do contra", punir, qq comportamento que faça sofrer outra pessoa. Tenho duvidas pq uma criança tão pequena fez esta escolha. Tipo, será que a mãe desejava durante a gravidez que fosse menino? Não sabemos e não sabemos se o pensamento mesmo que secreto possa mudar algo ou alguem. Interessante que assisto muito a Globo News e esta semana falaram de um novo "genero" que se não me engano é "nulo" que cabe a descrição de uma pessoa Crossdressing.

    Gostei muito de seu artigo sugerido pela otima Luma.
    Bjs

    ResponderExcluir
  13. Eu deixaria a criança ser livre, assim como os pais estão fazendo. Aliás, ótimos pais, exemplo de como se educar e cuidar de uma família.

    Beijos.

    Jéssica
    Fashion Jacket - www.fashionjacket.com.br

    ResponderExcluir
  14. Complicado, né? Só para viver uma situação dessas para saber o que fazer! Mas não tenho preconceito não!

    http://www.brazilianvogue.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oi, Lulu!
    Ficou bacana a postagem e legal o pessoal dando opinião sobre esse assunto, nem sempre fácil quando encarado em nossa família. Gostei bastante dos comentários. Pena que nenhum menino comentou... rs.
    Beijus,

    ResponderExcluir
  16. Não sei o que eu faria no lugar deles, pra ser sincera kkkk. Mas também espero que ela cresça e consiga decidir livremente sua opção sexual, e sorte dela que terá o apoio dos pais =D

    Beijos!

    Beleza Mista

    ResponderExcluir
  17. Vou ser sincera eu não sei a minha reação nunca pensei nisso... mas uma coisa eu sei sempre vou estar ao lado da minha filha.
    Beijos Lulu!
    islary34.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  18. Oi Lulu! Essa situacão deve ser muito difícil e ao mesmo tempo delicada para eles. Eu como mãe, não sei o que faria sinceramente. Confio em Deus e certamente pederia o dicernimento e sabedoria à Ele para decidir o melhor! Beijos :)

    ResponderExcluir
  19. Como é legal ver um post puxado para a psicologia (♥) aqui! Não sabia dela, mas acho que os pais realmente tem que apoiar as vontades. Pois é algo que muitas vezes a própria criança não pode escolher, é algo que já nasceu com ela. Adorei!

    Um beijo grandããão!!
    Cá do Aquela Princesa

    Sorteio de um domínio .com! Corre e participa!

    ResponderExcluir
  20. Ela é uma criança linda, e que sorte a dela nascer em uma família de mente aberta. Eu acho lindo eles deixarem ela se expressar e se vestir do jeito que ela quer.
    http://www.lenouveaugrunge.com/

    ResponderExcluir
  21. Acho que para os pais deve ser uma situação em que fica difícil saber como se portar!
    Porém acredito que ao apoiá-la e deixar que se vista como se sente bem é uma decisão muito acertada.
    Beijo

    ResponderExcluir

ATENÇÃO: COMENTÁRIOS MODERADOS!!!

Olá! Muito obrigada pela sua visita ao blog!

A legislação brasileira prevê possibilidade de punir o blogueiro pelos conteúdo e comentários do blog, sendo assim, a autora deste blog reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Comentários contendo SPAM (convite para sorteios, Tags e memes), assim como sobre assuntos que não são tratados no blog serão automaticamente excluídos.

Quer falar comigo? Clica em Contato.


Volte sempre!
Big Beijos,