MENU DE CATEGORIAS

Pesquisa


O minoxidil existe há bastante tempo, porém ele foi desenvolvido inicialmente como um agente anti-hipertensivo em forma de pílula, pela marca Loniten. Durante a fase de teste do produto, um efeito colateral surpreendente foi descoberto: o crescimento do cabelo aumentou em todos os que estavam participando da experiência. Desde então, o tratamento com Minoxidil tem sido realizado principalmente com a finalidade de combater problemas como a calvície.


Minoxidil: saiba tudo sobre esse remédio para calvície
Foto: Notícias ao Minuto



Afinal, o que é o minoxidil?

Minoxidil é o nome genérico de um anti-hipertensor que dilata os vasos sanguíneos. Como mencionamos, a medicação oral foi originalmente aprovada para o tratamento da hipertensão arterial, em 1979. Puramente por acidente, os médicos observaram que os pacientes que tomavam o medicamento para a hipertensão notavam o surgimento de muitos cabelos novos.

Assim, em 1988, o remédio foi aprovado sob o nome comercial do Minoxidil Rogaine, para uso tópico de tratamento para calvície. Rogaine tornou-se o primeiro composto desse segmento a ser oficialmente registrado e comprovado no mercado. Atualmente, o Minoxidil é vendido em todo o mundo, seja por novas marcas ou por fórmulas manipuladas.


Como o minoxidil funciona?

O funcionamento do minoxidil não é totalmente claro. Sabemos que é um vasodilatador, portanto a primeira teoria desenvolvida afirma que os vasos sanguíneos dilatados podem transportar mais nutrientes e estimular os folículos capilares adormecidos a retornarem à fase de crescimento.

Muitas pesquisas foram feitas nos últimos anos para explicar o efeito de crescimento no cabelo que o Minoxidil possui. A teoria mais recente é a de que ele pertence ao grupo de medicamentos “abridores de canal de potássio”, que estimulam o desenvolvimento dos fios. Como não é um agente hormonal, mas tem um efeito estimulante geral, o minoxidil pode ser usado em diferentes formas, como cápsulas, loções, géis, espumas, entre outros.

Apesar de ser a dosagem mais comum, o Minoxidil não está disponível apenas na versão 5%, mas também em 2%, usada especialmente por mulheres que enfrentam a calvície feminina. Há ainda versões mais pesadas disponíveis em até 15%, mas elas são indicadas para casos mais extremos. Além disso, recomenda-se que as pessoas comecem com uma versão mais leve para verificar a ocorrência de efeitos colaterais, como crescimento excessivo de pelos ou diminuição da pressão arterial.


E, apesar do Minoxidil estar disponível para venda livre, sem necessidade de receita médica, é sempre aconselhável consultar o seu médico antes de utilizar esse medicamento.

Minoxidil: saiba tudo sobre esse remédio para calvície
foto: Vivacesaude



Resultados do Minoxidil

Observando o efeito do Minoxidil antes e depois, constatou-se que ele tem um resultado positivo de 60% a 80% para os seus usuários. Porém, lembre-se que as pessoas que sofrem de perda de cabelo há muito tempo irão ter uma ótima melhora,  mas o crescimento total do cabelo em casos de calvície é uma ocorrência rara. Assim, o medicamento funciona melhor para homens e mulheres que sofrem de perda de cabelo há cinco ou dez anos.

Há ainda estudos que indicam que o Minoxidil funciona apenas se aplicado continuamente, ou seja, o cabelo recuperado pelo remédio permanecerá dependente dele. Isso porque já foram observados efeitos de regressão em pessoas que suspenderam o uso do Minoxidil. É possível também que o uso isolado do medicamento não seja o suficiente para algumas pessoas, precisando ser usado continuamente e combinado com outros tratamentos para manter os resultados obtidos.

O medicamento pode não funcionar?

Um dos principais fatores para o Minoxidil não funcionar é a falta de disciplina do paciente. Muitas pessoas acabam não usando o produto por tempo suficiente ou não seguindo as instruções de uso. É necessário usá-lo por vários meses antes de começar a ver o crescimento de novos fios e muitos podem não ter a paciência para esperar os primeiro resultados.

Além disso, muitos não seguem as instruções de uso, que indicam uma frequência de duas vezes por dia, todos os dias, sem exceções. Então, não é possível julgar se o Minoxidil está funcionando ou não, sem estar usando todos os dias por pelo menos quatro meses. Quando o minoxidil estiver funcionando, você deve continuar usando-o para obter uma melhora constante. Se parar de usá-lo, os resultados irão regredir. Lembre-se: o Minoxidil é um tratamento para cabelo, não uma cura.


foto: Mundo Boa forma


Quais os efeitos colaterais do Minoxidil?

Apesar do Minoxidil ser considerado seguro, todo medicamento possui efeitos colaterais que são ocasionalmente relatados. Nesse caso os principais são: pele seca, tontura e dores de cabeça. Além disso, pode ocorrer um ligeiro aumento de pelos faciais e corporais, devido às pequenas quantidades de Minoxidil que entram na corrente sanguínea através da pele.

Alguns especialistas acreditam ainda que o Minoxidil pode ser perigoso para pessoas com doenças cardiovasculares. Portanto, em caso de qualquer sintoma inesperado, interrompa o tratamento e procure seu médico imediatamente.


foto: Gazeta do povo


Agora que você já sabe para que serve o Minoxidil e como ele age no organismo, procure um especialista e descubra qual o método mais indicado para você!

*publipost

Comentários
Compartilhe

Comente pelo Facebook!

10 Comentários

  1. Olá Lu, ótimo post, para aqueles que não aceitam a calvicie é uma ótima opção, vale testar mas procurar um profissional antes como vc disse.
    Beijão.
    http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Simone,
      O profissional é a pessoa mais indicada para isso.
      big beijos

      Excluir
  2. Nossa, sofre com falta de cabelo deve ser bem ruim. Eu, pelo contrário, tenho cabelo para dar e vender

    Zíper Chique

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Vân,
      Eu tinha também, mas a progressiva acabou detonando meu cabelo
      big beijos

      Excluir
  3. Achei muito interessante! Meu pai é calvo e eu tenho um certo medo de acabar ficando também. Essa postagem foi muito útil pra mim. Obrigado!

    http://www.dosedeestrela.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Matheus,
      Não necessariamente você pode ficar calvo, a calvície é herdada do gene da mãe sabia? Mas você pode se previnir.
      big beijos

      Excluir
  4. Ótimo post Lulu, já tinha ouvido falar dele, e muitas pessoas relatam que ele ajuda mesmo no crescimento capilar ^^

    bjs

    Ariadne ♥
    De volta ao retrô | Facebook | Instagram

    ResponderExcluir
  5. Eu já usei e amei! O resultado é incrível. NicenessBeauty

    ResponderExcluir

Olá, Estrela!

Os comentários no blog são MODERADOS . Assim que eu aprovar, você vai ver o seu comentário e ele será respondido.

Se quiser ler a resposta do seu comentário via e-mail, clique na opção notifique-me no canto inferior direito, logo abaixo de sair.

ATENÇÃO : A legislação brasileira prevê possibilidade de punir o blogueiro pelos conteúdos e comentários do blog, sendo assim, a autora deste blog reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Comentários contendo SPAM (convite para sorteios, Tags e memes), assim como sobre assuntos que não são tratados no blog serão automaticamente excluídos.

Tem um blog? Deixe o link para que eu possa retribuir a sua visita!

Quer falar comigo? Fale com Lulu

Siga o blog nas redes sociais:

Facebook | Instagram | Pinterest | Twitter| YouTube


Agradeço sua visita e comentário. Volte sempre!

Big Beijos,

Lulu

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *